Packet Tracer para Linux

Hoje trago uma ferramenta bastante interessante para quem trabalha com redes, o Packet Tracer.

É um aplicativo da Cisco que permite que se crie uma rede completa e a teste. Você pode configurar IPs (IPv4 e IPv6), netmasks, default gateway, sub-nets, etc, e analisar tráfego de pacotes, por exemplo.

O softaware, originalmente, é para windows mas consegui um para Linux então o disponibilizo.

Links para download:

ftp://200.87.198.196/software/Redes/PacketTracer-5/PacketTracer5_generic.tar.gz
http://www.megaupload.com/?d=PCP60F0D

Para instalar, você terá que escolher o local padrão ou outro de sua preferência. O software cria uma pasta (/pt) dentro de /opt mas você pode modificar isso na instalação.

Sendo assim, você pode descompactar em qualquer lugar que queira mas eu sugiro que siga um certo padrão. Por exemplo, o diretório /usr/local é para instalação de programas não oficiais (como o Packet Tracer) mas você pode modificar essa estrutura.

Eu mesmo, descompacto os softwares dentro de /usr/bin/ pois é onde ficam os binários de programas do usuário.

Bem, vamos à instalação (testado com sucesso em Ubuntu 9.10 e Ubuntu 10.04).

Atenção: a responsabilidade por qualquer ação feita em seu sistema é só sua! Na dúvida, não faça nada.

01) Após descompactar, altere o arquivo install para executável (sudo chmod 755 install);

02) Execute o install (sudo ./install);

03) Pressione Enter para ler a EULA (End User License Agreement);

04) Pressione Enter até o final do documento (cuidado para não pressionar Enter na última linha pois a instalação se finaliza);

05) Pressione Y para aceitar a EULA e começar a instalação;

06) Escolha o local para instalação ou pressione Enter para que seja usado o default (/opt/pt);

07) Por padrão, /pt não existe então o programa tentará criá-lo mas, como não tem permissões de escrita no diretório, vai perguntar se pode usar o sudo para isso (Should we try to gain root access with sudo? [Yn]). Ou você permite ou interrompe, altera as permissões do diretório /opt e inicia tudo novamente. Atenção: não tente criar o diretório /pt com as devidas permissões pois o script de instalação tenta criá-lo e interrompe a execução se ele já existe.

08) Depois, você terá que dizer se quer criar um link simbólico (Should we create a symbolic link “packettracer” in /usr/local/bin for easy Packet Tracer 5 startup? [Yn]). Eu até criei mas não serviu para nada, explico mais abaixo;

Com isso a instalação está completa mas o programa ainda não está pronto para ser usado. Vamos configurar o acesso ao programa:

– Acesse /opt e altere a propriedade de todo o diretório /pt para seu usuário e grupo (sudo chown user:group -R pt/);
– Acesse /opt/pt e torne PacketTracer5 em um executável (chmod 755 PacketTracer5);
– Salve e feche o terminal;
– Acesse Sistema, Preferências, Menu Principal;
– No ítem Desenvolvimento, clique em Novo Ítem;
– Selecione PacketTracer5 em /opt/pt/bin e salve.

Pronto, o atalho para lançar o aplicativo estará disponível em Aplicativos / Desenvolvimento. Vejam que o atalho criado em /usr/local/bin não foi usado para nada.

Depois de baixar o programa, utilize este exemplo (http://www.megaupload.com/?d=D5F94GIV) para testá-lo.

É isso aí.

Abraço,
Fábio