Pesquisa Recursiva no Gerenciador de Arquivos Nautilus

Para quem não conhece, o Nautilus é um dos gerenciadores de arquivos do mundo GNU/Linux.

Ele é o padrão do ambiente gráfico Gnome e tem sido usado desde o início por todas as distribuições baseadas em Debian.

A partir da versão 3.6, foi disponibilizado um recurso chamado pesquisa recursiva. Vejam a diferença entre esse tipo de pesquisa e o padrão anterior.

COM PESQUISA RECURSIVA

com_pesquisa_recursiva

SEM PESQUISA RECURSIVA

sem_pesquisa_recursiva

A busca acima, nos dois casos, foi feita em Pasta pessoal / Temp. Qual é a diferença?

A pesquisa recursiva procura o que você digitar a partir do local em que você está, incluindo todos os sub-diretórios abaixo. Sem isso, a busca é feito somente no diretório em que você está.

Eu, particularmente, gostei muito do recurso e uso sempre mas é possível alterar esse padrão usando o DConf-Editor. Este é um programa para gerenciar várias coisas no sistema e deve ser usado com cuidado.

Vamos aos passos.

1) Abra o terminal;
2) Instale o DConf-Editor pois ele não vem instalado por padrão (sudo apt-get install dconf-editor);
3) No Dash, digite dconf-editor para abrir a tela;
4) Selecione org > gnome > nautilus > preferences;
5) A opção enable-interactive-search deve ser desmarcada para permitir o recurso ou marcada para inibí-lo, veja abaixo:

dconfeditor

 

6) Após marcar a opção desejada, digite no terminal nautilus -q para reiniciar o Nautilus (todas as janelas do Nautilus serão fechadas neste momento);
7) Em seguida, ao abrir qualquer janela, o comportamento selecionado já estará habilitado.

Sempre que quiser, esse procedimento pode ser modificado bastando repetir os passos 5 e 6.

Esse procedimento foi realizado com Ubuntu 14.04.

É isso aí.

Abraço.