Linux – Uma Opção Consciente

Este é meu primeiro post neste blog que criei com a intenção de divulgar tutoriais e espalhar informações sobre o mundo Open Source, programação e informática em geral. O escopo é mais técnico, não mexerei com o aspecto de negócios.

Tenho outro blog, pktp69, mas achei melhor criar este especificamente para falar sobre informática e deixar aquele para falar sobre música, atualidades e futebol.

Penso em informar aqui minhas experiências ao fuçar com diversos aspectos de informática.

Falando um pouco sobre mim, comecei a mexer com informática em Fevereiro de 2005. Estava trabalhando com cobrança em um provedor de internet e minha vaga rodou. Aí me ofereceram uma posição no suporte técnico e eu respondi que não entendia nada do assunto, não sabia nem configurar um outlook, mas disseram que iam me ensinar.

E me ensinaram mesmo. Aprendi bastante rápido e comecei a me interessar pelo assunto. Até então eu era da área de humanas, fiz faculdade de Publicidade, e só sabia navegar na internet via páginas e ICQ.

Além de aprender a mexer com configurações básicas do Windows, aprendi a usar Linux para prestar suporte a servidores de internet instalados com Debian. Não configurava nada mas via logs e restartava serviços, por exemplo.

O tempo passou e hoje trabalho com suporte técnico para um programa específico. É muito menos do que eu fazia antes mas tenho tempo para estudar. Além disso, faço faculdade na área, Sistemas para Internet, e estou estudando programação.

Desde 2008, só uso Linux. Tanto no desktop de casa quanto no notebook e, agora, no trabalho. É claro, ainda preciso do Windows no trabalho pois não tenho permissão para mexer tanto assim na máquina que uso mas rodo um Ubuntu 9.10 virtualmente com Virtualbox. Inclusive, é nesse ambiente que estou enquanto escrevo este texto.

Em outro oportunidade postarei algo que fala mais sobre minha relação com Linux e Open Source em geral.

Minha intenção com este blog é ajudar quem precisa de informações como eu já precisei e consegui encontrar. Vou disponibilizar tudo o que eu tiver, desde dicas simples até configurações mais complexas.

Estou imaginando que posso ser lido por todo tipo de nerd, desde o mirim, a quem espero ajudar, até o super hiper mega blaster veterano, a quem espero não decepcionar.

Como primeira contribuição, segue uma dica para instalar o navegador Opera no Ubuntu 9.10. O Opera não faz mais parte dos repositórios oficiais da Canonical então é necessário adicionar manualmente.

Vamos lá.

1) Primeiro, vamos inserir o repositório do Opera. Abra um terminal (em AplicativosAcessórios) e digite sudo mcedit /etc/apt/sources.list . Isso vai abrir o editor de texto mcedit para editar o arquivo sources.list. O mcedit e o vi são os editores de texto que mais gosto mas você pode usar qualquer outro como nano, gedit, etc.

2) Dentro do sources.list, vá até a última linha e escreva deb http://deb.opera.com/opera/ stable non-free. Sugiro copiar e colar para não haver erro. Não esqueça de salvar o arquivo.

3) Após salvar o arquivo sources.list, é necessário adicionar as chaves de autenticação para acessar o repositório. Abra um terminal e digite sudo wget -O – http://deb.opera.com/archive.key | sudo apt-key add – e clique enter. Novamente, sugiro copiar e colar a linha para não haver erros.

4) Pronto, o repositório já está configurado. Sempre que se faz isso, é altamente recomendável (eu diria que é praticamente obrigatório) rodar um update. No terminal, digite sudo apt-get update .

5) Depois que terminar o update, basta instalar o Opera da maneira padrão em distros Debian-like: sudo apt-get install opera .

Observação: os dois comandos acima podem ser concatenados usando o operador && mas eu prefiro não fazer isso quando rodo um update. Se você preferir digite assim sudo apt-get update && sudo apt-get install opera .

Outro detalhe que, sempre, vale ressaltar: a não ser que seja absolutamente imprescindível, nunca trabalhe como root, sempre use sudo. Dessa forma você evita, por exemplo, deixar seu terminal aberto e logado com o usuário que pode fazer tudo no sistema, inclusive o suicída rm -R / .

E com isso, o Opera está instalado e pronto para usar. Basta clicar em Aplicativos e Internet para encontrá-lo.

Esta dica foi encontrada em http://www.linuxtutorial.it/pt/installare-opera-da-repository-su-ubuntu/ por alguém chamado Marco, a quem agradeço. Sempre que eu postar uma dica ou tutorial que encontrei em outro lugar, tentarei informar a fonte.

É isso aí. Primeiro post e tutorial deste blog. Espero que tenha ajudado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s